LiveZilla Live Help
  • estágio da obra
  • cidade
  • bairro
  • tipo
  • faixa de preço

Notícias

19 JUL

Caixa Econômica aumenta o limite para financiamentos habitacionais

A Caixa Econômica Federal aumentou o limite para financiamentos habitacionais. As novas regras entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (25).
As mudanças beneficiam os financiamentos para imóveis acima de R$ 750 mil. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal. Nos outros estados, valem para imóveis acima de R$ 650 mil. São os financiamentos em que os compradores não podem usar o FGTS.

O valor máximo financiado pela Caixa vai passar de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões. Para imóveis usados, a fatia financiada passa dos atuais 60% para 70%. E no caso dos novos, de 70% para 80%. Também mudou o limite para quem tem financiamento em outro banco e quer transferir para a Caixa. Agora, é possível transferir até 70% do valor que foi financiado na outra instituição. Antes, o máximo era 50%. Não há mudança para a taxa de juros, que nesse sistema varia de 10,9% a 11,5% ao ano.
A Caixa disse que pôde aumentar esses limites porque conseguiu recursos, por exemplo, com a emissão de títulos - uma alternativa ao dinheiro dos depósitos da poupança, que desde o ano passado estão menores do que as retiradas.
O vice-presidente de habitação da Caixa, Nelson Antonio de Sousa, disse que essa busca por recursos alternativos foi um pedido do próprio governo para esses financiamentos de valores mais altos, que respondem por 5% da carteira de crédito imobiliário da Caixa. Ele falou ainda que o banco tem R$ 93 bilhões em 2016, para todo tipo de contrato de compra de imóveis e que é preciso criar condições para ampliar a demanda. A indústria da construção recebeu bem a notícia. Apesar da ciência de que as mudanças não vão resolver o mercado, acreditam que o estímulo pode dar novo fôlego para o setor.


Mais notícias

18 MAR
Minha Casa Minha Vida deverá ter nova faixa de renda

Para essa nova fase, o governo deverá acolher uma sugestão apresentada pelas empresas, de criar uma faixa de classificação intermediária entre a 1 (com renda familiar de até R$ 1.600) e a 2 (renda entre R$ 1.600 e R$ 3.275).
 

08 MAI
Governo diminui prestação de imóvel do Minha Casa Minha Vida

 De acordo com as alterações, as famílias que foram contempladas com um imóvel do programa antes de 27 de agosto de 2012 vão passar a desembolsar a metade do valor

18 MAR
Conselho do FGTS eleva valor de imóvel do Minha Casa Minha Vida

O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) decidiu, nesta quinta-feira (4), corrigir os valores dos imóveis que podem fazer parte do Minha Casa Minha Vida - programa habitacional do governo com subsídios para população de baixa renda -, segundo o ministro do Trabalho, Brizola Neto, que também é presidente do conselho.
 

18 FEV
Minha Casa, Minha Vida muda para atingir classe média

O governo Dilma prepara mudanças para expandir o foco do programa Minha Casa, Minha Vida, cujo limite de financiamento habitacional nas capitais chega a R$ 170 mil e pouco atende a classe média devido ao aumento nos preços dos imóveis.
 

08 JAN
Alteração no limite de renda do Minha Casa

Decreto publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (15) muda o limite de renda para o programa Minha Casa, Minha Vida. O novo limite passa a ser de R$ 3.275, confirmando assim a alteração feita no início do mês pelo Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Antes a renda permitida era de R$ 3.100.

07 DEZ
Imóvel: um excelente investimento


"É um bem que ninguém pode tirar, além de se tornar uma herança para as futuras gerações. É um patrimônio seguro e em constante valorização".
 

Links úteis


Notícias


09 JAN
Prazo para declaração no COAF encerra em Janeiro


Transações imobiliárias suspeitas devem ser declaradas até dia 31 de janeiro. Declarações de não ocorrência também são obrigatórias.



19 JUL
Caixa Econômica aumenta o limite para financiamentos habitacionais



A Caixa Econômica Federal aumentou o limite para financiamentos habitacionais. As novas regras entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (25).
As mudanças beneficiam os financiamentos para imóveis acima de R$ 750 mil. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal. Nos outros estados, valem para imóveis acima de R$ 650 mil. São os financiamentos em que os compradores não podem usar o FGTS.



12 JUN
O mercado a partir de 2016

Caso as medidas tomadas pelo governo sejam certeiras, somadas a uma eventual troca de comando, a tendência é de que o mercado imobiliário comece a se estabilizar a partir do ano que vem. “A melhora não seria outro boom, e sim que as vendas parem de cair. O preço do imóvel tende a corrigir a inflação e voltar a normalidade”, diz Viriato.
 



Moradores do Exterior

Invista no Brasil
A Inovar é a empresa certa para você que é brasileiro, mora no exterior, e procura um imóvel no Brasil para investir ou futuramente morar.


Atendimento Online

Inovar

Av Santa Cruz Nº105 Q11 L10
Tropical Ville

Inédita Propaganda