LiveZilla Live Help
  • estágio da obra
  • cidade
  • bairro
  • tipo
  • faixa de preço

Notícias

19 JUL

Caixa Econômica aumenta o limite para financiamentos habitacionais

A Caixa Econômica Federal aumentou o limite para financiamentos habitacionais. As novas regras entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (25).
As mudanças beneficiam os financiamentos para imóveis acima de R$ 750 mil. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal. Nos outros estados, valem para imóveis acima de R$ 650 mil. São os financiamentos em que os compradores não podem usar o FGTS.

O valor máximo financiado pela Caixa vai passar de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões. Para imóveis usados, a fatia financiada passa dos atuais 60% para 70%. E no caso dos novos, de 70% para 80%. Também mudou o limite para quem tem financiamento em outro banco e quer transferir para a Caixa. Agora, é possível transferir até 70% do valor que foi financiado na outra instituição. Antes, o máximo era 50%. Não há mudança para a taxa de juros, que nesse sistema varia de 10,9% a 11,5% ao ano.
A Caixa disse que pôde aumentar esses limites porque conseguiu recursos, por exemplo, com a emissão de títulos - uma alternativa ao dinheiro dos depósitos da poupança, que desde o ano passado estão menores do que as retiradas.
O vice-presidente de habitação da Caixa, Nelson Antonio de Sousa, disse que essa busca por recursos alternativos foi um pedido do próprio governo para esses financiamentos de valores mais altos, que respondem por 5% da carteira de crédito imobiliário da Caixa. Ele falou ainda que o banco tem R$ 93 bilhões em 2016, para todo tipo de contrato de compra de imóveis e que é preciso criar condições para ampliar a demanda. A indústria da construção recebeu bem a notícia. Apesar da ciência de que as mudanças não vão resolver o mercado, acreditam que o estímulo pode dar novo fôlego para o setor.


Mais notícias

09 AGO
Bradesco reforça crédito imobiliário

 O Bradesco espera um aquecimento maior no crédito imobiliário e decidiu elevar sua projeção para novas concessões de financiamentos para a compra da casa própria. O banco elevou de R$ 10 bilhões para R$ 14 bilhões a expectativa para o volume de novos negócios.

04 AGO
Sem risco de bolha imobiliária

 O crédito imobiliário é a modalidade que mais tem crescido. Segundo o Banco Central, a expansão foi de 50% em 12 meses, com o estoque atingindo R$ 167,5 bilhões em junho. No mês, o aumento foi de 3,8% e, no ano, de 20,7%. "O percentual é elevado porque a base ainda é pequena devido ao deficit habitacional. Esse ritmo de forte alta deve continuar por mais tempo", previu o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel. Para ele, não há risco de uma bolha imobiliária como a que ocorreu nos Estados Unidos em 2008.

25 JUL
Minha Casa, Minha Vida” volta a financiar projetos para baixa renda

  As contratações do programa Minha Casa, Minha Vida para a faixa de renda mais baixa devem ser retomadas nas próximas semanas, segundo a secretária de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Magalhães. Essas contratações estão paralisadas desde o começo do ano, pois dependiam da definição dos novos valores-teto das moradias para as famílias com renda de até R$ 1,6 mil, divulgados pelo governo na semana retrasada.

04 JUL
Imóveis valorizam 240% em seis anos

 Apartamentos de 50 metros quadrados, considerados econômicos, triplicaram de preços nos últimos seis anos na região. Em 2005, eram vendidos por R$ 50 mil, agora não saem por menos de R$ 170 mil. "Mais do que triplicou. É um ganho bastante significativo para o proprietário", aponta o vice-presidente da Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC, Milton Casari. A valorização em seis anos é de 240%.

30 JUN
Carteira de crédito imobiliário do BB mais que dobrou nos últimos 12 meses

  Brasília - Em menos de três anos de funcionamento, a carteira de crédito imobiliário do Banco do Brasil (BB) atingiu hoje (27) estoque de R$ 5 bilhões em operações com pessoas físicas (82%) e jurídicas (18%), de acordo com números divulgados pelo vice-presidente de Negócios de Varejos do banco, Paulo Rogério Caffarelli.

29 JUN
Emprego na construção civil sobe 1,34% em abril

 Em nota, o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, afirmou que o volume expressivo de novos empregos no quadrimestre era esperado, devido à continuidade das contratações para obras privadas, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do "Minha Casa, Minha Vida".

Links úteis


Notícias


09 JAN
Prazo para declaração no COAF encerra em Janeiro


Transações imobiliárias suspeitas devem ser declaradas até dia 31 de janeiro. Declarações de não ocorrência também são obrigatórias.



19 JUL
Caixa Econômica aumenta o limite para financiamentos habitacionais



A Caixa Econômica Federal aumentou o limite para financiamentos habitacionais. As novas regras entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (25).
As mudanças beneficiam os financiamentos para imóveis acima de R$ 750 mil. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal. Nos outros estados, valem para imóveis acima de R$ 650 mil. São os financiamentos em que os compradores não podem usar o FGTS.



12 JUN
O mercado a partir de 2016

Caso as medidas tomadas pelo governo sejam certeiras, somadas a uma eventual troca de comando, a tendência é de que o mercado imobiliário comece a se estabilizar a partir do ano que vem. “A melhora não seria outro boom, e sim que as vendas parem de cair. O preço do imóvel tende a corrigir a inflação e voltar a normalidade”, diz Viriato.
 



Moradores do Exterior

Invista no Brasil
A Inovar é a empresa certa para você que é brasileiro, mora no exterior, e procura um imóvel no Brasil para investir ou futuramente morar.


Atendimento Online

Inovar

Av Santa Cruz Nº105 Q11 L10
Tropical Ville

Inédita Propaganda